A Fabricação dos Relógios de Pulso

A Fabricação dos Relógios

A Magnum abriu as portas de sua fábrica e nos mostrou detalhes da fabricação dos relógios, bem como partes e componentes importantes presentes nos relógios.

Além dessas informações, eles elaboraram um conteúdo muito rico sobre acabamento, detalhes, curiosidades e resistência em relação a água. vamos lá!

A Fabricação dos Relógios

A FABRICAÇÃO DOS RELÓGIOS MAGNUM

Localizada no polo Industrial de Manaus, no Estado do Amazonas, a fábrica da Magnum tem a maior capacidade de produção de relógios da América Latina, e chega a produzir até meio milhão de relógios por mês.

Tudo isso em decorrência dos constantes investimentos em equipamentos importados de última geração, processos bem estruturados, treinamento dos funcionários e a perfeita sintonia entre o desenvolvimento de novos modelos e o desejo do consumidor.

A busca da excelência da qualidade é aplicada em cada estágio do processo que você conhecerá a partir de agora.

O PROCESSO DE MONTAGEM

Na fábrica, todas as peças que compõem um relógio, seguem para o Setor de Controle de Qualidade, onde 100% dos componentes são analisados, e suas dimensões, verificadas.

Somente após serem checados e aprovados é que os materiais são liberados para a próxima etapa.

No interior da fábrica, com uma área de 7000 metros quadrados, os componentes passam pelo Departamento de Alimentação, onde são processados o corte e montagem da tige*.

As tiges ligam a coroa externa aos mecanismos internos e tem a função de ajustar as horas e dar corda. São projetadas para resistir até a “mãos pesadas”, para que nunca se soltem. As tiges de relógios de mecanismo automático são ainda mais resistentes, já que são mais acionados que os modelos a quartzo.

A Magnum conta com o maior e mais bem aparelhado departamento do gênero em todo o mercado relojoeiro. Máquinas de corte automático asseguram maior rapidez e precisão nesta operação, que é crucial para o perfeito funcionamento do relógio.

LINHA DE MONTAGEM

Através de um avançado processo com uso de esteiras rolantes, a Magnum obtém mais eficiência e velocidade em todas as etapas do processo. Começando pela montagem do mostrador no mecanismo, dos ponteiros, da tige e a vedação das caixas dos relógios.

COLOCAÇÃO DOS PONTEIROS

Um sistema de sensores e dispositivos para colocação de ponteiros possibilita a realização desta operação em tempo recorde, com alto grau de precisão e eficiência, acima dos padrões encontrados no mercado relojoeiro.

Após a montagem dos ponteiros, todos são filmados e ampliados em um monitor para conferência do seu perfeito alinhamento. A Magnum é pioneira na utilização desse sistema.

TESTE DE 100% DOS RELÓGIOS MONTADOS

No final da linha de montagem, 100% dos relógios são verificados e testados. A Magnum não faz testes por amostragem, testando todos os modelos montados na fábrica, observando a presença de mostradores sujos, riscos na caixa ou no vidro, o encaixe da coroa e da tige.

TESTE DE VEDAÇÃO À PROVA D’ÁGUA

Nesta etapa é realizado o teste de impermeabilidade em equipamentos de última geração, para onde os modelos à prova d’ água são enviados. Na Magnum, este teste consiste em colocá-los em câmaras de pressão atmosférica, verificando a resistência da vedação da caixa, coroa, vidro, fundo e os botões.

Mas a bateria de testes de um legítimo Magnum ainda não chegou ao seu final! Todos os relógios ainda passarão por mais testes, por um período de 24 horas.Os relógios aprovados seguem para o Setor de Controle de Qualidade do produto acabado.

Somente depois que os relógios passam por todos esses testes é que estão prontos para a próxima etapa do processo: a colocação de pulseiras.

PULSEIRAS

Aqui, as pulseiras são separadas para montagem, sejam elas metálicas ou de borracha, com pinos fixos ou com molas.

Os relógios finalizados são estocados em um cofre e estão prontos para ser transportados aos mais diversos pontos do país, com rapidez, segurança e a certeza de que o consumidor receberá produtos de indiscutível qualidade.

GARANTIA

É graças a todo esse processo e cuidado que o Grupo Magnum pode oferecer uma garantia total de seus mecanismos por até dois anos (dependendo do modelo), e em todo território nacional. O atendimento das necessidades dos clientes após a compra também é uma prioridade, com uma eficiente estrutura de assistência técnica, com filiais e postos autorizados, estrategicamente distribuídos pelas principais cidades do país.

O tempo de garantia da Magnum é de 2 anos, sendo os 90 dias regulamentados pelo código do consumidor, mais 21 meses adicionais oferecidos pela própria Magnum. Já para Champion e Cosmos, é de 90 dias mais 9 meses adicionais.

TIPOS DE MATÉRIAS PRIMAS USADAS NOS RELÓGIOS

A CAIXA

O material usado para a fabricação das caixas de relógios é muito variado e de valores bastante diferenciados entre si. E cada material se adapta melhor a um determinado tipo de relógio.

TITÂNIO

O titânio é um metal leve, de cor branca metálica. É extremamente resistente à corrosão e de alta resistência mecânica. É quase tão resistente quanto a platina e 40% menos denso que o aço. É antialérgico e resistente a alguns ácidos, como também à maioria dos ácidos orgânicos.

Alguns relógios em Titanium para você visualizar

AÇO INOXIDÁVEL ou “STAINLESS STEEL”

Aço inoxidável é o nome dado a um grupo de ligas de aço, de aparência atraente e de fácil conservação. Demonstram força e maleabilidade extraordinários, e uma resistência geral única aos elementos e à maioria dos corrosivos. O processamento na fabricação de caixas para relógios em aço inoxidável é muito caro devido às dificuldades do material: dureza para cortar, prensar, tornear e fundir.

Após a definição das formas e do design do relógio, todas as peças e mecanismos que fazem parte do projeto são produzidos minuciosamente.

São moldes específicos para dar a forma perfeita de cada uma das peças e seus encaixes, bem como a escolha de cada material que irá compor a caixa, o mostrador, a pulseira, entre outros.

Alguns modelos de Relógios de Aço Inox para você apreciar

LATÃO OU “BRASS”

É uma liga, normalmente de dois metais: o cobre e o zinco.  A quantidade de cobre presente no latão é que determina sua cor (alguns fabricantes o chamam de “brass” em inglês). Quanto mais cobre, mais avermelhada a cor ficará. Este material é de fácil usinagem, principalmente na composição de caixas para relógios. É um material resistente, sendo o mais usado na fabricação de relógios, porém requer revestimento galvânico para proteção contra corrosão.

ZAMAC

É uma liga de zinco trabalhado pelo sistema de fundição e injeção. Levado a uma temperatura de 40 graus centígrados obtém-se o seu ponto de fusão. Tornando-se líquido, é injetado em moldes de caixas para relógios.

O zamac é pouco utilizado na indústria relojoeira.

PLÁSTICO

As caixas e pulseiras de plástico são produzidas através do sistema de injeção. Uma vantagem do plástico injetado é que este material propicia desenhos complexos e inovadores, além de diversidade de cores.

Mas há diferentes tipos de plásticos, o que, aliado ao acabamento, torna o produto mais caro ou mais barato.

ALUMÍNIO

Proporciona leveza e possibilidade de múltiplas colorações metalizadas por anodização(como nos aros e pulseiras coloridas do Champion Troca-Pulseiras). São empregados, também, metais como prata, bronze e outros, além de cristais, rochas e madeiras.

IDENTIFICAR MATERIAL

  • Para identificar a caixa de aço inox, veja na parte de trás se  existe as inicias “stainless steel”.
    Para as caixas de latão, veja na parte de trás se existe a inserção”stainless steel back”.
    As de Titânio, a inscrição provável e “titânium”.
    As de plástico, a inscrição provável é “plastic case”ou “PC”.

RELÓGIO EM PARTES

O Mostrador – Plataforma onde se localizam os indicadores de tempo. Podem ser construídos de uma única plataforma ou múltiplas lâminas sobrepostas compondo designs intrínsecos com volumes muito interessantes. É o que exterioriza o design central do relógio.

O Index – Pode ser em números arábicos e romanos (o número 4 em romanos é IV, porém, por convenção em relógios, é utilizado o formato IIII).

• Os Ponteiros

Há uma grande variedade de ponteiros, que também fazem parte da beleza visual de um relógio: ponteiros dourados, esmaltados, banhados a ouro, metal, entre muitos outros.

Os ponteiros devem ser cravados e encaixados nos eixos, de maneira bem milimétrica e bem acentuada. Isso porque há uma distribuição de espaço para que cada ponteiro ocupe o seu, sem interferir no do outro.

Mas deve-se ter cuidado e atenção na cravação dos ponteiros para que não haja risco de ocorrerem defeitos, como afrouxamento, ou até soltar os ponteiros. Mesmo se os ponteiros estiverem bem cravados, eles poderão se soltar parcialmente se o relógio sofrer alguma pancada, solavanco ou queda. Eles costumam bambear ou prejudicar o espaço um do outro, com travamento.

Em alguns casos, há uma trava total. Assim, o relógio para de funcionar, acreditando-se que a máquina do relógio está com defeito. Mas, na realidade, somente os ponteiros estão danificados.

Vidro ou Cristal? –Os relógios possuem em sua face um tampo transparente chamado convencionalmente de “vidro”, que protege o interior do relógio das intempéries. O material utilizado em sua confecção é a resina acrílica, policarbonato, vidro tratado, cristal e safira.

-Cristal Mineral: Estes são atualmente os mais usados, que podem se quebrar e arranhar naturalmente, se não houver o devido cuidado no uso.

-Plásticos: São usados principalmente em relógios de resina plástica. Arranham e quebram naturalmente se receberem choques violentos.

-Safira: É usada em relógios de qualidade superior, pois o seu preço é bastante elevado. Sua grande vantagem sobre os demais reside no fato de que não arranha (Exceto por materiais mais duros do que a safira, como por exemplo o diamante).

Aqui temos alguns relógios com vidro de safira para você apreciar

Pulseiras

Mais do que atender as expectativas de design do projeto, as pulseiras são desenvolvidas e escolhidas também pela funcionalidade do modelo.

Materiais como aço inoxidável, borracha, borracha sintética, silicone, são essenciais em modelos à prova d’água.

Modelos em aço também têm suas versões douradas a ouro em versões mista e o rose, o grande sucesso do momento.

Já o couro de diferentes cores e texturas confere mais sofisticação ao modelo, complementando a combinação com os elementos da caixa e do mostrador.

Costura dupla e reforçada, fechos e passantes também fazem parte do conjunto ideal de pulseiras.

As pulseiras de couro não são aprovados para uso na água, pois como todo material em couro pode sofrer alteração no acabamento.

As pulseiras de aço ou outros metais que necessitam de ajuste para diminuir o tamanho, podem ser ajustadas nos postos autorizados de nossa marca, onde também podem ser adquiridas as pulseiras avulsas quando necessário.

As novas tecnologias revolucionaram o uso do plástico, possibilitando formas e cores infinitas com a mesma resistência de materiais tradicionais.

Além disso, as pulseiras em plástico podem receber estampas, criando os mais diferentes visuais e personalizações, como no caso do Champion Troca-Pulseiras.

Outro material bastante utilizado em alguns modelos da Magnum é o silicone das pulseiras, que é resistente e oferece uma irresistível maciez ao toque e conforto no uso.

Veja também:

Relógios com pulseira de aço

Relógios com pulseira de couro

Relógios com pulseira de borracha

Relógios com pulseira de tecido

Relógios troca pulseira

FUNÇÕES

É surpreendente a variedade de utilizações que um relógio pode ter, além de fornecer as horas.

Entenda melhor o objetivo de cada uma das funções que um relógio da Magnum pode oferecer.

Agenda telefônica:você pode registrar e catalogar endereços mais usados para ter sempre à mão, principalmente como cópia de segurança de seu celular.

Alarme: Pode funcionar como despertador, lembrete para alguma tarefa ou simplesmente informar as chamadas ‘horas cheias’: 12h, 13h, 14h, 15h…

Altímetro: possibilita mensurar a altitude da localidade em relação ao nível do mar. Para isso, utiliza o registro feito por um barômetro, sistema destinado a calcular as mudanças na pressão atmosférica comuns nas variações de altitude. É indispensável para os adeptos do ecoturismo, mochileiros e aventureiros em geral.

Bússola: você pode estar no meio de uma mata e se orientar! As bússolas indicam sempre a posição norte, mediante as propriedades magnéticas da agulha em relação aos polos do planeta.

Calendário: informa o dia, mês, e ano. Principalmente o dia do mês e dia da semana.

Obs: no relógio analógico, o calendário muda o dia a cada 24 horas, porém a apresentação das horas é feita em 12 horas, portanto caso o dia mude ao meio-dia; avance mais 12 horas que o relógio passará a mudar o dia corretamente.

Quando o relógio também tiver a função do dia da semana, ele começará a mudança após a meia-noite, e completará até 4:30 horas. Nos meses que tiverem apenas 28, 29, ou 30 dias, haverá a necessidade de ajustar o dia do mês no dia primeiro do mês seguinte, pois não ocorre automaticamente.

Cronógrafo: é o sistema que possibilita medir o tempo em horas, minutos, segundos e até MILÉSIMOS de segundos. Em alguns modelos de relógio pode ser regressivo ou programável. Por exemplo, para não perder tempo, um corredor ajusta o cronógrafo para disparar em 60 segundos e, em seguida, inicia seu treinamento.

Cronômetro: é um certificado fornecido pelo Contrôle Officiel Suissedes Chronomètres aos relógios altamente precisos. Em geral, este termo é atribuído, erroneamente, à ferramenta cronógrafo, comum em muitos relógios.

World Time/Fusos horários: já imaginou ligar para o outro lado do mundo sabendo que horas são por lá? Os relógios com esta função exibem fusos horários diferentes, o que pode ser muito útil para viajantes ou para quem tem um parente, amigo ou negócios em outro país.

Ana DIGI: Como o próprio nome diz, é um mostrador analógico com ponteiros (daí o ANA) e outro digital (DIGI). Com os relógios ana-digi você também consegue trabalhar a função World Time, regulando horários diferentes para ponteiros e mostrador digital.

Previsão do tempo: alguns modelos possibilitam uma previsão do tempo precisa utilizando a compensação barométrica. Ícones no visor informam se o dia será ensolarado, nublado ou chuvoso.

Taquímetro ou tachymeter: usado para medir a VELOCIDADE MÉDIA (ou seja, a quantidade de rotações por minuto), o taquímetro encontrado nos relógios de pulso serve para informar por meio de uma escala a relação de milhas ou quilômetros percorridos por hora.

Resistência à água

Esta é uma das funções mais mal compreendidas, pois ela indica a pressão de água suportada pelo relógio, e não a profundidade a que o produto poderá ser submetido. Por exemplo, com um relógio resistente a 30m você poderá lavar o carro, mas não mergulhar numa piscina (análogo, digital, multifunção, etc).

Todos tipos de relógio, podem ter a qualificação de serem resistente a água.

-À prova d’água: ESTE TERMO FOI EXTINTO NOS ANOS 1970, QUANDO DA NORMATIZAÇÃO DOS PARÂMETROS EMPREGADOS NOS TESTES DE “RESISTÊNCIA A ÁGUA”. O TERMO É EMPREGADO DESDE ENTÃO PARA DEFINIR A ESTANQUIEDADE DOS RELÓGIOS. FORAM DIVIDIDOS EM ESCALA DE PROFUNDIDADE E O USO PERMITIDO.

Quando um relógio pode ser usado na água sem que isso prejudique o seu funcionamento, o fabricante grava, no mostrador ou no fundo do relógio, o termo, “WaterResistant”

Respingos Chuva Lavar o Carro Natação Mergulho-sem equipamento Mergulho Profissional
30m/Sim Sim Sim Não Não Não
50m/Sim Sim Sim Sim Não Não
100m/Sim Sim Sim Sim Não Não
200m/Sim Sim Sim Sim Sim Não
DIVER’S/Sim Sim Sim Sim Sim Sim

Quando um relógio pode ser usado na água sem que isso prejudique o seu funcionamento, o fabricante grava, no mostrador ou no fundo do relógio, o termo, “WaterResistant”.

Mas atenção: a simples gravação desse termo não garante que o relógio tenha resistência à água em qualquer situação. O que torna um relógio resistente à água é a sua capacidade de resistir à pressão de profundidade, calculada pela fórmula:

P = phg , onde: P = pressão, p= massa/volume, g= aceleração da gravidade, h= profundidade do mergulhador a partir da linha d´água.

No relógio, a capacidade de resistir à pressão pode estar gravada em ATM (atmosfera) ou METROS, conforme a tabela de correspondência abaixo:

01 ATM = 10 METROS                  20 ATM = 200 METROS

03 ATM = 30 METROS                  30 ATM = 300 METROS

05 ATM = 50 METROS                  50 ATM = 500 METROS

10 ATM = 100 METROS                100 ATM = 1.000 METROS

Os usuários e mesmo os revendedores sempre acham que todos os relógios devem ser resistentes à água. Mas a realidade não é esta. Nem todos os modelos de relógios podem oferecer todas as qualidades que desejamos ao mesmo tempo, tais como beleza, tamanho ideal, cor preferida, numeração em arábico, índex ou romano, estar na moda, ser resistentes à água, entre muitas outras. Mas sim, cada modelo é projetado e construído para oferecer características diferentes, para cada grupo de público consumidor. Por isso, também há diferença de preços, uns mais baratos, outros bem mais caros.

No caso de relógios resistentes a água, tecnicamente falando, eles devem resistir à pressão da água. Esta, por ser muito forte, pode romper, carregar e destruir o que muitos considerariam impossível. Há relógios próprios para serem usados em mergulhos. Estes, sim, são projetados e construídos para resistir à pressão exercida pela água. Já a maioria apresenta apenas impermeabilidade a chuvas, banhos leves, natação ou mergulhos sem equipamentos.

O relógio que apresente indicações de capacidade de 50 metros (5 ATM) ou acima estará garantido para nado. Porém, para a prática profissional de mergulho, recomendam-se produtos específicos para esse propósito. O relógio que apresente indicações inferiores ou igual a 50 metros (5 ATM) nunca deve ser usado para mergulho. Ele resistirá apenas a contatos eventuais com a água, respingos de torneira e chuva.

OBSERVAÇÃO:

Um relógio pode ser submetido à pressão da água de várias maneiras, além de mergulhos. Se ele tiver resistência inferior a 10 ATM e for usado, por exemplo, embaixo de uma queda d´água (uma cachoeira) que apresente altura superior a 100 metros. Certamente, a pressão exercida pela água sobre o relógio, poderá afetá-lo.

Para que o relógio mantenha as qualidades, ele não poderá estar com o vidro trincado, coroa torta, ou que tenha sido aberto fora dos postos autorizados da marca. Caso o relógio apresente alguma anomalia, encaminhe para a Assistência técnica mais próxima, para ser reparado como qualquer produto de uso pessoal.

CONDENSAÇÃO

A condensação ocorre quando há um choque térmico (ou seja, quando se submete um corpo a diferentes temperaturas, passando de frio para calor ou vice-versa). Em um relógio isso pode acarretar a formação de pequenas gotas de água por dentro do vidro. Neste caso, o usuário acha que entrou água dentro do relógio. Na verdade, o que acontece é a passagem da água do estado gasoso para o líquido, a transformação do vapor presente no ar que estava dentro do relógio em água, devido à variação da temperatura.

Um exemplo da passagem de uma temperatura mais baixa para uma mais alta: quando você se encontra em um ambiente com ar condicionado e sai para outro ambiente mais quente, pode ter a certeza de que as lentes dos óculos que estiver usando vão embaçar e ficar úmidas por causa da água condensada. Com o relógio acontecerá a mesma coisa, se houver ar dentro dele.

Outro exemplo, agora da passagem de uma temperatura mais alta para uma mais baixa: você se encontra em um quarto aquecido e sai dele para lavar as mãos.

Quando ocorre o contato de seu relógio, que veio de um lugar quente, com a água, mais fria ou o ar frio, surgem as gotas d´água dentro do relógio, na parte inferior do vidro.

Se qualquer um desses problemas ocorrer, o relógio voltará ao normal em algum tempo, pois o processo se inverterá. Mas é sempre aconselhável que ele seja levado a um técnico relojoeiro, para que seja eliminado todo o ar ou parte dele, a fim de que a condensação não se repita, o que pode afetar o funcionamento do relógio no futuro ou mesmo danificá-lo.

O pessoal da Magnum, tem a responsabilidade de orientar os clientes e consumidores sobre tudo o que se refere a relógios. Por isso, tratamos com sinceridade e transparência esses possíveis problemas comuns de funcionamento, em respeito a você.

Entretanto, esta é uma explicação técnica. Lembre-se de que dar explicações técnicas a leigos é sempre um risco que se corre, porque um concorrente pode omitir essas informações, ou por falta de conhecimento ou até por má-fé, podendo comprometer a sua venda. É por essa razão que cabe a cada vendedor a melhor forma de orientar o consumidor.

Vejamos agora alguns componentes de relógio que têm importância no que se refere à resistência do produto à pressão da água.

FUNDO DE PRESSÃO: como o nome indica, este é um fundo encaixado sob pressão na caixa do relógio. Normalmente, ele possui uma pequena saliência em um dos lados, por onde o relojoeiro introduz uma ferramenta adequada para abrir o relógio, em caso de necessidade. O fundo de pressão oferece uma resistência à pressão da água, da mesma forma que o fundo rosqueado.

FUNDO ROSQUEADO: novamente, como diz o nome, este tipo de fundo é rosqueado na caixa do relógio. Possui depressões (sulcos) por onde os dentes de uma máquina apropriada se firmam para girar o fundo e abrir ou fechar o relógio.

COROAS: as coroas de relógio são acompanhadas de um ou dois retentores de borracha (anéis) para impedir a entrada de água no mecanismo do relógio. Há dois tipos de coroas: as de rosca e as de pressão. E, como o fundo de rosca, as coroas de rosca oferecem maior resistência à penetração da água no interior do relógio.

Por isso, são mais apropriadas e recomendadas para relógios profissionais ou próprios para mergulho, projetados e construídos para resistir à maior pressão da água. Porém, seu custo é bem mais elevado que o das coroas de pressão.

Atenção: Para os relógios de coroa de rosca, o usuário deverá tomar o cuidado de não entrar em contato com a água com esta desenroscada, pois certamente entrará água no seu interior.

TRATAMENTO PARA CAIXAS E PULSEIRAS DE RELÓGIOS

Alguns materiais necessitam de tratamento de superfície para proteger contra oxidação e corrosão. O principal processo de aplicação da proteção é a galvanoplastia (popularmente chamado de “banho”). Sobre a proteção aplica-se material de acabamento como o ouro, prata, paládio e outros metais para outras colorações.

Comparando-se a tecnologia empregada nos anos 1950 e 1960 com a dos anos 1990, podemos observar que houve uma evolução bastante significativa.

Naquela época, era comum a folheação de relógios com proteção de 10, 20 e até 50 mícrons. Hoje, aplicam-se camadas de 1, 3, 5 a 10 mícrons com a mesma qualidade daquele tempo.

O tratamento para o chamado “banho a ouro” é dado pelo sistema de imersão.

São dispostos vários tanques com preparações químicas, desengraxante, banho de níquel e de ouro, conforme a tecnologia usada. Imergindo-se a peça nesses tanques, chega-se à camada desejada.

PODERÍAMOS EXEMPLIFICAR O BANHO, OU FOLHEADO, COMPARANDO-O À PINTURA DE UMA PAREDE:

Primeiro: tratamos as imperfeições da superfície, cobrimos os orifícios ou buracos existentes;

Segundo: aplicamos uma demão de tinta protetora;

Terceiro: aplicamos a primeira demão de tinta;

Quarto: aplicamos a segunda demão de tinta;

Quinto: se necessário, o que é mais raro, aplicamos uma terceira demão de tinta.

BANHO PARA 3 MÍCRONS:

Primeiro: prepara-se a superfície da peça e aplica-se uma camada de metal protetor;

Segundo: aplica-se uma camada de ouro;

Terceiro: aplica-se, por último, uma camada de outro 23,5K na cor desejada.

Está pronto o tratamento para o folheado de 3 mícrons. Esta última camada é que vai dar o toque final, o brilho especial na peça.

REVESTIMENTO POR  IP

IP –popularmente chamado de Ionização –é o processo de aplicação de metal sobre a superfície da caixa ou pulseira em que o metal a ser aplicado é vaporizado a laser dentro de um ambiente a vácuo com nitrogênio. Este acabamento é aplicado normalmente nos produtos pretos ou de outras cores, e em partes coloridas. Produtos com aparência dourada, também são empregados nesse processo.

ANODIZAÇÃO

Aplicado no alumínio como fator de proteção e acabamento, permite uma grande variedade de cores.

AGENTES QUE PODEM AFETAR O ACABAMENTO

Estes agentes são, de modo geral, inimigos de acabamentos. Eles corroem, inicialmente penetrando pontos vulneráveis e atacando todas as partes possíveis.

Em indivíduos que possuem índice muito elevado de ácidos no organismo, ocorre que parte desses ácidos é expelida através da pele. E como a pele está em contato direto com a peça banhada, isso pode afetar a sua proteção.

Elementos químicos altamente corrosivos são os ÁLCALIS. Entre eles temos o lítio, sódio, potássio, rubídio, césio e frâncio.

O ambiente marítimo também afeta as peças, pois a água do mar possui componentes, como os álcalis, que provocam esta agressão.

Ao entrar em contato com a superfície folheada o mercúrio (metal) a destrói, pois elimina alguns metais da liga, principalmente o cobre. O lugar afetado torna-se branco fosco. E quando isso acontece com o dourado não é possível recuperar o material danificado.

Alguns cosméticos, especialmente os cremes de mão e rosto, contêm mercúrio. Em contato com o folheado do relógio ou com a pulseira esses produtos podem afetá-los, dependendo da quantidade de mercúrio existente em sua composição.

Todos esses agentes citados afetam igualmente todo e qualquer acabamento, independente do tipo de metal utilizado na fabricação da caixa.

Todos os tratamentos de superfície (dourado, prateado, etc) requerem cuidados para que a aparência continue com a beleza inicial. Portanto, não se deve entrar em contato com abrasivos ou matérias ásperos.

Também não se deve roçar em superfícies duras que podem riscar o acabamento, se isso acontecer corre o risco de perder a característica do “banho” que foi aplicado.

Visite nossa loja virtual e confira todos os modelos de Relógios Masculinos e Relógios Femininos disponíveis em nossa vitrine

New Look Time - Tradição desde 1973

Loja Física fundada em 1973, Loja Virtual fundada em Dezembro de 2008. Tradição e Excelência

Be Sociable, Share!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>